Notícia

11 de Setembro, 2017

Papa retorna ao Vaticano após viagem à Colômbia

A principal mensagem que Francisco levou ao país foi de paz e reconciliação

O Papa Francisco chegou ao Vaticano nesta segunda-feira, 11, concluindo sua visita à Colômbia, vigésima viagem internacional de seu pontificado. Durante os cinco dias de viagem, o Santo Padre visitou as cidades de Bogotá, Villavicencio, Medellín e Cartagena. A principal mensagem que Francisco levou à Colômbia foi de reconciliação, tendo em vista o processo de paz em andamento no país, marcado pelo acordo de paz firmado entre o governo e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC).

No primeiro dia de programação oficial na Colômbia, 07 de setembro, o Pontífice se encontrou com as autoridades do país, ressaltando o caminho de paz. Ele observou que, no último ano, houve um progresso no processo para colocar fim à violência armada e encontrar caminhos de reconciliação. “Os passos dados fazem crescer a esperança, na convicção de que a busca da paz é uma obra sempre em aberto, uma tarefa que não dá tréguas e exige o compromisso de todos”, declarou.

Um dos momentos mais aguardados da viagem foi o Encontro de Oração para a Reconciliação Nacional, que reuniu cerca de seis mil pessoas em Villavicencio, na última sexta-feira, 08. O Santo Padre se comoveu com os testemunhos de colombianos sobre os conflitos e suas consequências. Segundo ele, não são apenas histórias de sofrimento, mas de amor e perdão. Na ocasião, Francisco convidou os colombianos a não ter medo de pedir e oferecer perdão e abrir o coração para a reconciliação.

Em sua visita, o Papa também se dirigiu à Igreja local. No encontro com cerca de 130 membros do episcopado colombiano, refletiu sobre o lema da visita, “Dar o primeiro passo”, e pediu aos presentes que guardem com santo temor e emoção aquele primeiro passo de Deus em direção a cada um, ao seu ministério e ao povo que lhes foi confiado.

O Pontífice se reuniu ainda com o conselho diretivo do Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam). O tema central foi a necessidade de paixão pelo servir para “transformar as ideias em utopias viáveis”.

Aos jovens, “a esperança da Colômbia” segundo o Papa, o encorajamento para manter viva a alegria e a esperança, não ter medo do futuro e sonhar com grandes coisas. “Os jovens são a esperança da Colômbia e da Igreja. Em seu caminhar e em seus passos deslumbramos os de Jesus, os passos Daquele que nos traz sempre boas notícias”, disse.

Encerrando sua viagem à Colômbia, Francisco celebrou neste domingo, 10, uma Missa na área portuária Contecar, em Cartegena. “Dignidade da pessoa e direitos humanos”, tema do último dia da viagem, foi inspiração para a reflexão de Francisco. “A história pede-nos para assumirmos um compromisso definitivo na defesa dos direitos humanos”.

“Queridos irmãos, gostaria de vos deixar uma última palavra: não nos contentemos com dar o primeiro passo, mas continuemos diariamente a caminhar juntos, procurando ir ao encontro do outro, em busca da harmonia e da fraternidade. Não podemos ficar parados”, exortou.

Durante seu retorno, o Papa Francisco deixou uma mensagem aos colombianos por meio de sua conta no Twitter. “Queridos irmãos colombianos, muito obrigado! Conheci muitas pessoas que tocaram o meu coração. Vocês me fizeram muito bem!”, escreveu.


Fonte: Amex, com Rádio Vaticano