top of page

2ª Romaria Filhos da Senhora do Rocio reúne centenas de devotos na casa da Padroeira do Paraná

Atualizado: 2 de jul.

O Santuário do Rocio recebeu no último domingo (15) a 2ª Romaria dos Filhos da Senhora do Rocio que reuniu mais de 250 devotos na casa da Padroeira do Paraná. A programação iniciou com café da manhã colonial no salão social da igreja, missa dos romeiros, procissão com a imagem e manto da Mãe do Rocio no entorno do santuário e almoço. A Celebração Eucarística foi presidida pelo missionário redentorista e reitor do Santuário do Rocio, padre Dirson Gonçalves.



Imagem: procissão com a imagem e manto de Nossa Senhora do Rocio


Esse é o segundo ano consecutivo em que o encontro é realizado pelo santuário. O objetivo da romaria é promover um encontro fraterno entre os devotos que integram a Campanha Filhos da Senhora do Rocio, responsável por manter as obras de evangelização e sociais da igreja.


Há 10 anos a devota Lariane do Carmo Cordeiro, da Capela Nossa Senhor do Rocio, da Paróquia São Pedro e São Paulo, localizada na Diocese de Guarapuava, vem ao Santuário da Padroeira do Paraná para agradecer as bênçãos alcançadas.


"A minha história de devoção começa com na minha família, onde meu avô e minha avó participaram da fundação da Capela de Nossa Senhora do Rocio há quase 50 anos. É uma trajetória na família, a devoção começou na família", disse.



Imagem: Lariane do Carmo Cordeiro

O grupo de jovens da capela de Nossa Senhora do Rocio, da Diocese de Guarapuava, realizaram uma apresentação cultural no salão social da igreja, logo após o almoço. Com música, recitação de poema, dança e teatro, os adolescentes apresentaram o título mariano de Nossa Senhora Desatadora dos Nós.



Imagem: grupo de jovens da Capela de Nossa Senhora do Rocio, da cidade de guarapuava


A coordenadora da Academia Literária, Aliz, responsável pela apresentação dos jovens, explicou que o projeto surgiu em 2019 junto com as festividades de Nossa Senhora.


"Nós apresentamos as provas, como se fossem gincanas, onde são feitas provas culturais. A gente convida toda a nossa Diocese de Guarapuva para participar e também as comunidades da nossa paróquia, então sempre tem um tema voltado a nossa Senhora e nós fazemos sorteios dos títulos marianos. Cada grupo pega um título de Nossa Senhora e, mediante a esse título, desenvolvem as provas: dança, música, teatro, poesia, caracterização, desenho. Por meio dessas provas eles desenvolvem tudo de forma inédita, sem copiar nada da internet, então eles tem que criar mesmo. Ano passado tivemos a 4ª edição da Academia Literária, nós tivemos quatro equipes, e hoje trouxemos aqui a equipe vencedora dessa gincana", concluiu.




66 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page